Esconderijo

Quando voltei a olhar
ela já não estava mais lá
desaparecera por trás das montanhas
azulara de meus olhos

ela, a lua amarela, certamente fora descansar. 



 Paulo Francisco

6 comentários:

isa disse...

Enquanto a lua joga às escondidas com o meu Poeta,eu perco-me aqui,neste varal de cores e poesia.
Beijo.
isa.

Solange disse...

enquanto a lua descansa, o sol brilha..

bjs.Sol

Vera Lúcia disse...


Ou foi encantar outros olhares, além mar.
Lindo!

Beijo.

Juliana Lira disse...

Certamente...

=(

Perfeito de tão lindo!

P.S: Seguiu o blog? Segue,te sigo de volta

www.reticenciando.com

Milhões de beijos

maria teresa disse...

Eis-me chegada, aconchegada numa casa alheia mas familiar, num computador que não é meu...os filhos também servem para nos permitir o acesso à informática. Não era nada disto que eu ia começar a escrever, mas o teu varal está tão exuberante de cores que me levou a sonhar com ele, com as cores que me envolveram, com as cores que envolvem minha vida!
Adorei o texto da "despedida", do até breve será mais correcto!
Parabéns! É bom mudarmos...
Abracinho meu

MARILENE disse...

Foi levar beleza a outros, em sua grande disposição de encantar a todos. Mas volta. Bjs.