calangos






Ágeis e desconfiados
secos e primitivos
cinzas e cinzas
mesclados: claro-escuro
Répteis que desfilam horizontalmente
que correm verticalmente
e que assustam as moças bonitas
que pelo  meu quintal habitam.
E eu divirto-me ao abraçá-las
protegendo-as do imenso medo do nada.

Paulo Francisco
10 - Camaleão by Paulinho Moska on Grooveshark

7 comentários:

maria teresa disse...

Um bom álibi para um abraço.
Os meus netos quando eram mais pequenos (agora também não são muito grandes) quando viam lagartixas no meu jardim, diziam que no jardim da vovó existiam crocodilos pequenininhos.
Abracinho meu!

✿ chica disse...

Lindo,mas eu não os abraço.Tenho medo,rs abração,chica

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Paulo. Interessante. Não gosto deles não, rs. Não me sintonizo com eles, mas ficou muito legal. Amei a música do Moska.
Bom gosto! Parabéns!
Beijos na alma e fique na paz!

isa disse...

Mas eu tenho medo...Me dá um arrepio
na espinha...
Beijo.
isa.

Paula Barros disse...

Ah, se aproveitando das moças assustadas.
abraço

lis disse...

Já começo a pensar se devo ir nesse quintal... rs
queria ser abraçada mas dispenso esse motivo.
boa madrugada Paulo

Crista disse...

rsrsrsrsrs...e quem como eu,não tem medo deles????
Como é que eu fico???
Sem abraço????
O que????
Eu não sou bonita????
Para,né!!!!!!!!!!