mudança de estação





tudo
claro
-tão
raro
neste
outono
árido
de
cor.

Paulo Francisco



Djavan - Outono by Djavan on Grooveshark

6 comentários:

Gracita disse...

Olá Paulo
Que belo poema! O outono é uma estação rara. É preciso ver as suas cores com o olhar da alma.
Gostei do teu espaço e vou ficar por aqui como tua seguidora.
Um abraço
Gracita

lis disse...

Oi Paulo
Trouxe-te para bem mais pertinho hoje,
obrigada por permitir ,(mesmo sem autorização),
seus poemas colorem mesmo quando o dia está nublado,
abraço

:.tossan© disse...

O que importa é a poesia e que tua inspiração e inteligencia sobreviva no inverno! Abraço

✿ chica disse...

Lindo e adoro ver as cores nas estações! abraços,chica

Evanir disse...

Bom Dia Amigo Paulo.
Demoro mais venho nem sempre consigo fazer tudo quanto gostaria.
O Outono para mim acho uma estação triste desde criança nunca vou saber porque.
Paulo te deixo meu abraço .
Um lindo Dia,Evanir.

maria teresa disse...

O outono para mim não é "claro" em nada, fico murchita por pensar que depois vem o inverno frio e molhado, não é claro nas cores, pelo contrário é estonteante! Proliferam as cores terra, vermelho, castanhos brilhantes, ocres sedosos,... tonalidades das cores das folhas, do poli colorido dos campos...
O outono é nostalgia, não me dá claridade à vida!
Poeticamente adorei o seu outono!
Abracinho meu