vazio




Era uma angústia doída
que corroía devagarzinho
que mexia dentro e fora
que fazia melodias tristes
Era uma angústia de morte
de morte negra e vazia.
Quando olhei o meu reflexo
no vidro preto da porta
descobri-me sozinho
naquela angústia surgida.
- Era apenas uma saudade
súbita de algo perdido.

Paulo Francisco

Pedaço De Mim by Chico Buarque on Grooveshark

2 comentários:

lis disse...

... saudade de algo
não perdido mas passado...
Tempo Paulo preciso de tempo ...
tem um pouco sobrando aí?
mando um beijo, em troca!

Hanna Xesco disse...

La soledad deja un vacio inmenso.
Un beso