Day by day

O dia amanheceu denso e tenso
Denso e gelado/Tenso e calado
O dia amanheceu como ontem
Como ontem do ontem do ontem do ontem do ontem
Amanheceu frio e alagado. Carente de Sol.
Os raios que invadem o meu quarto todos os dias
já não aparecem há muitos. Estou carente deles pela manhã.
O dia anda amanhecendo sem os raios dourados dos outros dias
mas mesmo assim ele sempre amanhece Iluminado.
Um dia eu serei como ele.

Paulo Francisco



4 comentários:

✿ chica disse...

Lindo dia, iluminado.Curte bem o fds! abraços,chica

Ivone disse...

Bom dia poeta, pois é, sem a claridade e o calor do Sol tudo fica assim, tristonho!
Amo ler suas "catarses" por aqui, rsrs,escrevestes que suas catarses são descarregadas em versos, é muito bom poder fazer isso!
Abraços bom amigo, sempre presente lá no meu cantinho e eu amo isso!

Gracita Fraga disse...

Bom dia Paulo
A luminosidade sempre estará presente para fazer brilhar a tua grande inspiração caro poeta. E o brilho dourado há voltar
Beijos e um ótimo final de semana

Nelma Ladeira disse...

Concordo com você;O dia dia é deprimente.Eu sei bem como é isso!
Mas com certeza o sol vai voltar a brilhar.
Beijinhos.