Tudo



O sol arde a nuca
e o vento beija a face
O sorriso enche o mundo
e o olhar ilumina dentro
A chuva molha a visão
e a bruma esconde o longe
As mãos tocam o corpo
e os pés pisam fundo
O orvalho encharca o tempo
e a brisa perfuma o ar
As unhas arranham à vontade
E a língua umedece a pele
A montanha grita aos céus
e a relva dança ao amanhecer
Os dedos se tocam
e os joelhos se dobram ao anoitecer
E você ...tudo


Paulo Francisco

Lume


Não quero te perder na escuridão do tempo
Necessito de ti para clarear o meu mundo
Não me deixes antes de tentar me ver
[como pode o barco percorrer tantos rios
e desistir antes de chegar a foz?]
Não quero me perder nas brumas desse caminho
Quero a claridade da lua – ter uma nova jornada.
Não me abandones antes do tempo – preciso da sua voz
Necessito de ti para não desistir
Como pode abandonar aquele que só quer o seu bem?
Não quero me perder na escuridão do tempo
Eu preciso de suas mãos para me guiar nessa estrada
- Eu não tenho o mapa
Não, não quero voltar a ser triste
– o tempo não me perdoará.

Intervalo


Ainda estou preso nesse lugar, olhando o céu sem poder voar.
Estou preso, parado, cansado de esperar.
Já andei em caminhos escuros, com pouca ou quase nada de visão.
Já fiquei cego, tinha o ombro materno como guia
– Seguia seus passos aflitos, não tinha outra opção.
Sentia o vento em minha cara e o medo em meu coração.
Ainda estou preso nesse lugar. De quando em vez vejo o mar
- aproximo o mais que posso, mas ainda não consigo pisá-lo
Nessa condição que me encontro, sem poder transitar livremente,
proibido de sentir o chão, restaram os meus olhos
[que um dia estiveram apagados]
e que agora projetam os meus caminhos.
Estou preso nesse lugar... fazendo dele o meu ninho
Confesso: reclamo por reclamar
Melhor aqui preso, parado, sem poder voar
Pois tenho o céu marinho, o sol que ilumina,
o som do vento trazendo cheiro bom,
e o olhar de quem me quer bem.
Sei que daqui a pouco volto a ser livre e sei qual a direção tomar.
Não será com certeza o mesmo caminho que um dia pensei em seguir
Quero olhares carinhosos e palavras que consolam
Pois:
- quero antes de tudo um olhar tranquilo
- coisas que você não pode me dar