Busca



Éramos três. Mas a mãe temia em dizer-me que eu valia por dez.

- Nunca encontrei os outros nove de mim.

Paulo Francisco

5 comentários:

✿ chica disse...

rssssss..Deves ter sido danadinho mesmo!!! abração,lindo fds! chica

Ivone disse...

Que lindo, rsrs, meu único irmão quando garoto também valia por dez, eu era a que viva indo atrás dele para o achar, sumia e sempre o achava nadando no rio perto de casa, que saudade, era um tempo em que se podia viver livremente sem os medos que se sente hoje em dia!
Você tem um talento incrível em nos passar em poucos versos uma vida inteira, amei e sempre amarei ler por aqui!
Abraços bem apertados!

Gracita disse...

Que lindo isso amigo. E é verdade! Cada filho vale mesmo por dez.
Deve ter bem sapeca heim?
Um bom final de semana
Beijos

lis disse...

Imagino o quão precioso era!
E quando adultos estamos sempre a procurar o outro eu que nos escapa.
grande menino!

Aparecida Ramos disse...

Olá!!! Bom dia, querido amigo!! Você é simplesmente fantástico, tanto quanto seus versos, seu talento incrível!!! Beijos, saudades, paz e luz!!