Ponto de vista














Estava tudo tão pálido
distorcido
amorfo
sem vida
Estava tudo tão triste
degradado
apodrecido
cinza
Estava tudo tão longe
longe dos olhos
longe do mundo
longe de tudo
Estava tudo tão transformado
pantanoso
desértico
oceânico
alagadiço
Estava tudo tão confusamente
amarfanhado
desnorteado
torto
roto
morto
difuso
Estava tudo tão próximo
e ao mesmo tempo tão longe
que acreditei piamente ser real
o fogo que me queimava a alma.
Acreditei que estava morto
nessa vida de sonho.

Paulo Francisco

Nenhum comentário: