Pausa




O cansaço chegou arrastando, empurrando o meu corpo pra dentro do edredom
- Que bom seria desligássemos no automático e levantássemos com a bateria a 100%
- Que bom seria tivéssemos leds de aviso
Não, não estou aqui fazendo menção aos androides científicos
Estou sim, fazendo menção à falta de tempo para desligarmos totalmente
Hoje, acordei já cansado, com vontade de permanecer colado ao colchão
permanecer sonhando – sonhando secretamente em baixo da coberta
Acordei exausto, com o corpo pedindo bis
Acordei com a bateria ainda baixa; ainda por terminar de carregar
Acordei em pane; zonzo - zonzinho
Acordei com vontade de ficar
 Mas o dia já tinha ido embora
A noite chegara fria
sem lua nem estrelas
Mas estava na hora de acordar.

Paulo Francisco

2 comentários:

✿ chica disse...

Tu sempre escreves tão bem que nos colocas no cenário...Lindo! abração,chica

Paula Barros disse...

Concordo com Chica. ´
Sempre textos interessantes.
abeijo.