Prece




Quando a chuva bate no chão
assusta os mais medrosos
encanta os mais inocentes
desafia os mais corajosos
banha os mais contentes
Em algum lugar desse mundo
alguém estende as mãos
alguém ora a Deus
quando a chuva lava o chão.


Paulo Francisco

6 comentários:

Rô... disse...

oi Paulo,

aqui em São Paulo,estamos nesse momento de agradecer cada gota que cai dos céus...

beijinhos

✿ chica disse...

Linda prece e com certeza há muitos que agradecem cada pingo de chuva que cai! abração,chica

Paula Barros disse...

Poderia ser uma música.
abraço

sandra mayworm disse...

Bom dia Paulo,

Prece, ainda que tardia...
Bj grande
Sandra

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Paulo.
Belíssimo poema.
Para cada pessoa a chuva é encarada de um modo, seres distintos, que no fundo tem a sensação de pureza por dentro.
Amei.
Tenha um fim de semana de paz.
Beijos na alma.

http://refugio-origens.blogspot.com.br/2015/04/repouso-by-patricia-pinna.html

http://redescobrindoaalma.blogspot.com.br/2015/04/a-mais-intensa-dor.html

lua singular disse...

Oi Paulo
O povo do sertão agradece sua prece
Beijos no coração