Retalhos




Saltam das páginas amareladas e puídas
garotos,
fazenda,
rio,
ilha,
Paisagem e aventura desejadas pelos olhos do menino
- memórias guardadas de seu primeiro livro lido
- memórias de um tempo de imaginação
de sonhos coloridos onde nada era impossível
Saltam da antiga estante de madeira
lembranças de um guri franzino.


Paulo Francisco

2 comentários:

Vivian disse...

..que bom que as lembranças
permanecem...sinal que tiveram
valor especial aos sentidos
do menino que hoje é um
grande poeta!

bj, querido!

linda semana regada
a paz e bem!

Vivian

lua singular disse...

Oi Paulo
A saudade dói, mas nos faz lembrar lindas passagens da vida
Lindo
Beijos