Outrem

Já não estou tão triste como ontem
Talvez esteja menos ainda amanhã
E quando menos esperar... sorrirei
Sorrirei um sorriso frouxo e inocente
Um riso largo e descompromissado
Já não estou tão perdido como ontem
Talvez esteja muito menos amanhã
E de repente num acordar manso
Descubro-me ao lado de alguém
Não um alguém de ontem
Mas um alguém de amanhã.

Paulo Francisco

7 comentários:

Ivone disse...

Que lindo, nada como um dia após o outro como dissestes em comentário lá no meu espaço e se encaixa bem aqui, nesse lindo poema de esperança em dias, coisas e/ou pessoas melhores pela frente!
O amanhã sempre nos surpreende, com a mente aberta e fé tudo será para melhor!
Abraços meu amigo sempre querido!

Crista disse...

Maravilhoso!!!!
É sempre bom acordar com alguém ao nosso lado.
Mesmo que seja alguém de amanhã!

Paula Barros disse...

Dias vão vindo, e a esperança presente por dias melhores, numa boa companhia, uma nova companhia.
E que venha este futuro com sorrisos.
beijo

lis disse...

Bom quando se tem esperança para se defender dos dias de ontem.
abraço Paulo

Gracita Fraga disse...

Bom dia amigo Paulo
A vida se renova a cada alvorecer e traz a esperança da felicidade.
Desejo que o seu domingo seja lindo e que o Dia dos Pais seja de alegrias
Beijos

Evanir disse...

Boa Tarde Paulo.
Hoje não poderia deixar de vir a sua casa de amigos especiais .
Um feliz dia dos pais abraços da sua amiga sempre.
Evanir.

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Olá Paulo, vim conhecer seu espaço e encontrei este lindo poema que nos fala sobre o amor, a separação, a saudade, a falta de alguém. O bom em tudo isso é que sempre há um amanhã e ele sempre será diferente. tenha uma linda semana! Abraço!