Por mim

Ela continuou estampada à minha retina
Insistiu em ficar grudada em meus pensamentos
Já era manhã. O céu imprimia um azul vertiginoso
O vento chegara balançando as folhas, expulsando nuvens.
E o sol devagarzinho desenhava o meu dia.
Ela continuou estampada na minha retina
- transformou-se em menina pra nunca mais me deixar.


Paulo Francisco

5 comentários:

✿ chica disse...

Linda e doce presença em tua retina marcada! abração,chica

Rô... disse...

oi Paulo,

boas lembranças devem permanecer mesmo tatuadas em nosso pensamento e em nosso coração...

beijinhos

lis disse...

oi Paulo
Um longo dia triste o de hoje, a noite chegou com chuva e a agradável sensação de que amanhã será melhor.
Parece que o problema com acesso aos blog's não mais impedirá vir ver suas 'manhãs azuis'...
assim seja amém rs
abraço

Nelma Ladeira disse...

Boa tarde Paulo.
Lindo texto!Ela continuou em sua retina,e virou a menina dos seus olhos!
Como sempre brincando com as palavras,parabéns!
Beijinhos.

Anne Lieri disse...

Puxa,que poesia mais romantica! Gostei muito desse olhar! bjs,