Por mim

Ela continuou estampada à minha retina
Insistiu em ficar grudada em meus pensamentos
Já era manhã. O céu imprimia um azul vertiginoso
O vento chegara balançando as folhas, expulsando nuvens.
E o sol devagarzinho desenhava o meu dia.
Ela continuou estampada na minha retina
- transformou-se em menina pra nunca mais me deixar.


Paulo Francisco

5 comentários:

✿ chica disse...

Linda e doce presença em tua retina marcada! abração,chica

Rô... disse...

oi Paulo,

boas lembranças devem permanecer mesmo tatuadas em nosso pensamento e em nosso coração...

beijinhos

lis disse...

oi Paulo
Um longo dia triste o de hoje, a noite chegou com chuva e a agradável sensação de que amanhã será melhor.
Parece que o problema com acesso aos blog's não mais impedirá vir ver suas 'manhãs azuis'...
assim seja amém rs
abraço

Anônimo disse...

Boa tarde Paulo.
Lindo texto!Ela continuou em sua retina,e virou a menina dos seus olhos!
Como sempre brincando com as palavras,parabéns!
Beijinhos.

Anne Lieri disse...

Puxa,que poesia mais romantica! Gostei muito desse olhar! bjs,