Tecelã




















A aranha tece a teia
v
a
g
 a
r
o
s
a
mente
constrói a sua arte
armadilha viscosa
geometria fatal.

Paulo Francisco

5 comentários:

✿ chica disse...

Lindo e bem apresentado poema! abração,chICA

lua singular disse...

Oi Paulo
Uma beleza de poesia.
Parece poesia concreta.
Beijos no coração

Coloquei-o na minha lista de blogs.

Ivone disse...

Lindo poema, bem construído e a imagem fascinante!
Abraços amigo poeta inspirado!

Vivian disse...

...e o poeta
e
s
c
o
r
r
e
encanto e poesia!

bj

sandra mayworm disse...

Tô aqui navegando em tempos passados...rs! Curti muito heim!