Atrasado












O dia nasceu de repente
De repente o sol já estava alto
as imagens já estavam velhas
- o dia se foi e eu não o vi.


Paulo Francisco

4 comentários:

Gracita Fraga disse...

Boa tarde Paulo
O tempo às vezes é cruel e quando nos apercebemos o dia chega e termina sem que tenhamos feito nada de especial. Ele passa por nós... ficam as marcas da ociosidade.
Lindoooooo!!!
Beijos e uma ótima tarde

✿ chica disse...

Lindo e voooa o dia!!! abraços praianos,chica

Paula Barros disse...

É tudo muito rápido. Muito rápido.
beijo

lis disse...

O poema diz que não _mas sei bem que vês cada dia que passa,
Por isso és poeta.