Trovador















Vagava no tempo pisando em estrelas
- deixando rastros e confissões
Sim, andava distraído - seguia o destino
tão desconhecido como o amanhã.
Sim, o tempo não para, mas pode andar devagar.

Paulo Francisco

2 comentários:

✿ chica disse...

Lindo,Paulo!! abração,chica

Paula Barros disse...

E que belos rastros e registros devem ter ficados por vagar pisando em estrelas.
beijo