isso e aquilo







Um pedaço de céu - uma gota de chuva
Uma onda perdida - uma sombra obscura
Um raio de sol - uma manhã dourada
Uma flor que encanta - uma doce lembrança
Um olhar cabisbaixo - uma moça tímida
Uma boca sedenta - uma alma aflita
Uma vontade de ter - um desejo secreto
Um pássaro na mão - um relato impresso
Uma doce canção – uma grande paixão
Um varal de cores – um quintal florido
E na grande mistura surge a paisagem construída:
a poesia.



Paulo Francisco

4 comentários:

maria teresa disse...

Sem dúvida! Nasceu mesmo um poema!
Um poema entrelaçado de frases que se completam... Lindo!
Abracinho meu!

lis disse...

que bonito !
tenho vindo pouco vê-lo,
mas faz-me falta.

FlorAlpina disse...

Assim nasce a Poesia!
E um belo poema!
Bjs dos Alpes.

MARILENE disse...

Uma construção que sempre conta com sua arte. Bjs.