Palheta




No meu varal de cores
eu tenho o verde
o branco e o bordô
Tem todas as outras cores
Só não tenho a cor do desengano
do desespero
que é a cor do burro quando foge.


Paulo Francisco

13 comentários:

Majoli disse...

Achei fofo e encantador Paulo.
Adorei ler a cor do burro quando foge, uso muito esses termos pra definir cores insignificantes.
:)

Beijos meu querido amigo.
Tenha uma semana de muita paz.

Maria Luiza disse...

Até que enfim encontro um lugar onde eu possa dizer do meu apreço por vc, da sua maneira tão bacana de ser, dos sentimentos transmitidos em lindos poemas! Paulo, qual é mesmo a cor do burro quando foge??? Rsrsrsr! Adorei! Abração!

Maria Luiza disse...

No meu varal de cores
todas elas brilham muito
Como o brilho das estrelas
Cada uma representa
tudo aquilo que quero bem
os amigos tão amados,
todos fuguram no céu de meu coração
Uma delas é você que fulgura
com luzes das cores do arco-íris.

Não ligue não! Deu vontade! Beijos!

Marineide Dan disse...

kkkkkkk não sabia que a cor do desespero é a do "burro quando foge"! Pra mim é o amarelo, porque não gosto desta cor...kkk

Bjussssss

isa disse...

São cores lindas as dos seu varal.
A do desengano nem vale a pena falar.
Beijo.
isa,

MARILENE disse...

Fez uma sábia escolha de cores. Sempre ouvi que a do "burro quando foge" não é saudável (rss). Aliás, está tudo belo por aqui, cheio de vida. Bjs.

Aleatoriamente disse...

Muito lindo poemae sábio.
"As do desengano" não são cores aproveitáveis.

Lindo aqui.Beijinho

Cris Campos disse...

Bom, seguindo teus passos lá da Varanda, vim para aqui no Varal, me acomodando de mansinho pra sorver o teu melhor! Adorei a nova casa! Já te levei comigo! Gr. Bj.!

Sara Oliveira disse...

Lindo...

Segue o meu blog: osconselhosdeumaadolescente.blogspot.com

Bjs

Reflexos Espelhando Espalhando Amig disse...

Gente!
Acho voce onde não procuro mais...
Belo espaço.
Bjins
Catiaho Reflexo d'Alma

Obs: creio que sua cidade sairá de vez de minha rota,
meu irmão morreu ai
e epnso que minha historia familiar
se fechou de vez.
Sua cidade:meu passado no passado.

Bandys disse...

Disse tudo. Tambem quero um varal assim.

Beijos

lis disse...

Essa cor ainda não tenho na paleta de cores.
Depois me passa os matizes ...
bjim amore

maria teresa disse...

Figura e poesia em simbiose.
Que fuja o engano, o desespero, a mentira,... das nossas vidas!
Abracinho meu