sukita




E seus cabelos prateados
alados
ao vento solto
dançam na fina melodia
E quem diria (ao meio do dia)
paquera as meninas
na calçada branca e preta
da cidade
Idade – duração ordinária da vida.

Paulo Francisco

5 comentários:

Lu Cidreira disse...

Deu para refrescar um pouco.
Abraço

isa disse...

Gosto destes seus poemas breves,mas que tanto dizem.
Beijo.
isa.

Anônimo disse...

(deixa estender neste varal
minha admiração pelo poeta-preferido??)

... também a minha gratidão
por , num momento em que sentia
o caos habitando minha casa,
você num gesto de amor
leu para mim
(com aquele sotaque (rs)
trechos poéticos e me deixou
inundar teu peito, borrando
a camiseta nova com maquiagem....



inesquecivel.





# e da série tipo remake.deixa ??


beijo









Paula Barros disse...

Esse calçadão ondulado branco e preta, essa cidade linda, é inspiradora, para tudo, para paquerar também.
beijo

lis disse...

... e o relógio da sala continua drasticamente correndo...
e a idade 'quem diria' dança na mesma melodia.