Temporal






Tudo outonal
com temporal
e tudo!
Tudo cinza
encimado de chuva
Tudo alagado
abaixo de mim.
É o clima
É a crina do vento.
É o clima-tempo
Tudo outonal a partir de agora
até a próxima estação invernal.
Tudotudotudo
Doidodoidodoido
como eu a  escrever o texto
debaixo do guarda-chuva.

Paulo Francisco

8 comentários:

Pitanga Doce disse...

Olá Paulo! Agora entendi o "mudanças" no outro blog. Estive afastada e não vi que surgiu um novo espaço teu. Lindo!

beijos

Ih! Tem comentários moderados.

lis disse...


Oi Paulo,
... 'esta chuva ingrata que não vai parar/pra aliviar a minha dor,/chuva traga o meu benzinho e
ele diga ele pra não me deixar
triste assim...',
lembrei dessa musiquinha triste como a chuva que cai aqui também,
não estava conseguindo acessar seu blog_ dizia que era só pra convidados( fiquei esperando o convite, que nao veio rs)
um abraço

Simone MartinS2 disse...

Boa noite Paulo.
"Sim, o outono chegou.
Tons cinzas, chuva fina.
Folhas a cair no chao...
e um vazio enorme no coração."

Abraços ...sdds

isa disse...

Preparo-me para receber a Primavera que tarda em chegar,mas já dá indícios...
Que o Outono ñ seja cruel.
Feliz Páscoa.
Beijo.
isa.

maria teresa disse...

As árvores que avisto do meu apartamento em Lisboa, estão cheias de "botões" é maravilhoso vê-los "aumentar" de dia para dia. Chegou a Primavera mas...o tempo não condiz com este renascer, o dia está cinzento, não está uma temperatura amena, este tempo não me deixa renascer:):):)
Abracinho meu!

Moisés Augusto Gonçalves disse...

Viagem muito legal: Poeta molhado, poesia encharcada de vida!

Vivian Fernandes de Goes disse...

E que bela poesia, escrita em baixo do grarda-chuva!!rs
Quando a inspiração vem,não é bom deixa-la esperando né?!
O outono é lindo, mas o clima é louco!rs
Beijos!

:.tossan© disse...

Tudo outonal e nada pode mudar.
Você é um poeta mor, daqueles que nos faltava. Abraço